Santa Bárbara exclusiva para moi :)

As cachoeiras de Santa Bárbara e de Capivara ficam na região de Cavalcante, dentro de uma comunidade Kalunga. É um passeio que toma o dia inteeeirinho! Saindo de Alto Paraíso é só pegar a estrada sentido Cavalcante e depois seguir as placas para Engenho II.

Se não achar as placas, rola perguntar pros moradores de Cavalcante que (quase) todos vão saber pra onde você tem que ir. A estrada até Cavalcante é de asfalto, mas depois começa a estradinha infinita de terra, esburacada e meio tensa. Tem que acordar beeeeem cedinho, pois são quase 2h30 só para chegar na entrada da comunidade.

 Distâncias:

Cavalcante – 33km

Alto Paraíso – 142km

São Jorge – 157km

Estradinha de terra e o clima de seca de Goiás.

Logo na entrada do núcleo Kalunga, fica o centro de visitantes. A taxa de entrada para as cachoeiras é de R$10 por pessoa e é necessário ir com um guia da comunidade para o passeio. O guia cobra R$70. Nesse feriado, estávamos em 10 pessoas, divididas em um Uno e um Palio (é gente, dinheiro para alugar um 4×4 com espaço não está tendo). Troca todo mundo de carro, aperta de um lado, vai no colo e tudo certo.

O centro de visitantes limita o número de pessoas em cada cachoeira. Da primeira vez que eu fui, fizemos primeiro Santa Bárbara e depois Capivara. Dessa segunda vez, tivemos que ir antes para Capivara. A parte boa de ir em Santa Bárbara antes é conseguir pegar ainda alguns raios de Sol que deixam a água ainda mais clara e brilhante, por isso, quanto mais cedo chegar à comunidade, melhor.

Saindo do centro de visitantes até Santa Bárbara são 4km (to chutando, nem lembro quantos km são ahaha) em estrada de terra, cruzando alguns riozinhos. Como fomos em julho, a água não estava alta e dava para atravessar com o 1.0 de buenas. Coloca em primeira, segura na mão de Deus e vai. O nosso guia disse que em meses de cheia é preciso deixar o carro e fazer essa parte a pé. Depois é só estacionar o carro e andar um pouquinho por uma trilha aberta, com o sol rachando na cabeça ahahah

Chegando em Saint Barbarinha!

A primeira queda que a gente vê quando chega na cachoeira é chamada de Santa Barbarinha. Dali é só atravessar uma trilhinha minúscula e voilá!

Água verdinha e cristalina! :)

Esse ano, fomos justo no feriado de 9 de julho para a Chapada. E foi nesse dia também que fizemos Capivara antes e viemos para cá só de tarde. Não sei se foi pelo sol (ou pela qualidade da câmera ahahah) mas a água de Santa Bárbara ficou muuuuito mais azul do que verdinha.

Mikail diz: “vem gente, nem tá tão gelada assim!” – mentira.
Piscinão de Saint Bárbara de Ramos

Nem só de mergulhos no gelo sobrevive Santa Bárbara! Rolam também os super tratamentos faciais com a argila do fundo da cachoeira.

Tratamento de beleza na cachoeira! Super não recomendado.

A próxima cachoeira é a Capivara. Voltamos todo o caminho até o centro de visitantes e tomamos outra estrada, muito mais curta e menos esburacada para a cachoeira. Capivara é formada por uma queda grandinha e várias piscinas e poços. A cor da água é ridiculamente clara  ♥

Os poços e o “ôfurozinho” da parte de cima da cachoeira.
Descendo a trilha para as quedas.
A vista do cânion da cachoeira :)

No começo do passeio, o guia já oferece o almoço na comunidade para quem quiser. Algumas pessoas fazem uma cachoeira, almoçam e depois fazem a segunda. Nós preferimos fazer logo as duas e depois ir almoçar e descansar. O almoço custa R$25 e pode-se comer à vontade. Conseguimos pagar R$20 para os vegetarianos e ainda ganhar um ovinho frito de brinde ahahah

Quando estávamos indo embora dessa última vez, descobrimos que tínhamos perdido a placa do carro alugado no caminho. O nosso guia disse que normalmente ele cai na travessia do rio e voltamos para olhar. Nada :( Fomos até o centro de visitante e só naquele dia eles haviam encontrado 5 placas de carros diferentes ahaha por sorte a nossa estava lá também! (meio amassadinha, mas conseguimos um mocinho em São Jorge que deu uma desamassada e colocou o parafuso de volta por 5 reais :D)
Então é bom ficar de olho na placa antes de voltar pra cidade ahaha

No caminho de volta dá para parar ainda no mirante da Nova Aurora, que tem uma vista sensacional da região.

Meu estilo na Chapada é crocs + qualquer roupa que não combine.
Anúncios

Um comentário em “Chapada dos Veadeiros – Cachoeira Santa Bárbara e Capivara

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s