Vou pular Paris e falar sobre a fazendinha antes :)

“Mas que diiabos você tá fazendo em uma fazenda Yo?” Pois bem, há bastante tempo que ouvi falar sobre WWOOF e sempre tive vontade de fazer. WWOOF significa: World Wide Opportunities on Organic Farms, que nada mais é do que a oportunidade de trabalhar em fazendas orgânicas pelo mundo.

Eu-Felícia e Pagu-Scooby-Doo, o cão simpático :)

Na prática, você troca seus músculos e o suor do seu trabalho por casa&comida em uma fazenda orgânica + todo o conhecimento de como trabalhar com a terra, conhecer os locais, plantar e colher seus próprios legumes e frutinhas, etc, etc, etc.

Basicamente, para uma fazenda ser considerada orgânica, ela não pode usar nenhum produto químico, agrotóxico ou fertilizante :) ou seja, alimentos fresquinhos e naturais sempre!

Tão fresquinhos que o limãozinho-lesma vive numa boa :)

A fazenda que eu estou agora fica no noroeste da França (1h30 de Paris) e a família é incrível. Eles tem 3 filhos que são super educados e fofinhos (mas o quarto dessas crianças nem Jeová salva. Gritei até um aleluia aqui quando lembrei que eu não era mais Au Pair). A mãe e o pai falam inglês super bem, mas as crianças só sabem o básico do básico, como boa noite, obrigado e por favor. Então na hora da janta só francês que é igual a: eu pegando palavras soltas no ar e tentando transformá-las em algo que faça sentido + rindo em momentos estratégicos.Quando eu cheguei, na segunda-feira passada, éramos só eu e a Zara (francesa) de WWOOFers. Essa semana chegaram o Valentim (suíço) e o Ludovic (mais um francês) aqui. Resumindo: TODO mundo fala francês, menos quem? A lhynda aqui do je ne comprends pas. Do pessoal que trabalha na fazenda, só o meu host mesmo fala inglês bem. A Zara se vira (ela morou na Itália, então a gente conversa em francês/inglês/português/italiano/mãos, mas dá super certo!). Já com os outros meninos é mais complicadinho. Eles fingem que me entendem, eu finjo que entendo eles, mas no fim a gente descobre que não entendeu nada ahahah
A fazenda em si fica à uns 15 minutos de carro da casa, mas meu host faz o percurso em menos de 5. Todo dia é uma emoção nova pro meu bom humor matinal. Principalmente pra quem vai no chiqueirinho ahahaha o carro é uma vanzinha e só cabem 2 pessoas com o motorista. O resto vai que nem saco de batata rolando lá atrás. 

As vantagens de acordar na madruga boladona.

A rotina é meio puxada: nos dias de trabalho, acordamos às 6 da manhã e só voltamos para a casa 18h. Sabendo disso, meu amado host decidiu que os WWOOFers tem folga às quartas-feiras (além dos fins de semana livres!). O que é sucesso, porque você se mata dois dias e descansa um. Sou super a favor de isso ser implementado em todo o mundo :)

Na fazenda nós temos 6 galpões gigantes que a gente chama de green houses e mais uns 5 menores. Lá a gente planta de tudo: alface, tomate, alcachofra, morangos, uvas, pimenta, repolho, ervilhas, tudo, tudo mesmo. E também tem a parte onde ficam as galinhas porque vendemos os ovinhos (orgânicos também), além das geléias, doces e sucos que também são vendidos nas feiras de fim de semana. UFA! É muita coisa.

Jogo do: descubra que legume/fruta/verdura é essa em francês.

Vou deixar pra escrever depois o que eu realmente faço na fazenda e como são as feiras que a gente participa porque hoje é St. Patricks e temos que comemorar! (E também porque trocaram nossa folga pra sexta-feira :( para começarmos a plantar as novas mudas amanhã, ou seje, daqui 6 horas já to de pé).

Nada melhor que uma brejinha pós-roça :)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s