Li em vários sites e blogs que eu não poderia sair de Ubud sem assistir à uma dança balinesa. Já sabia que os balineses eram um povo super cultural e cheio de tradições, e essa dança é bem típica da ilha. Tentei ver se a Gytia não queria ir comigo e claro que ela não quis ahaha. Disse que achava caro e que precisava guardar o dinheiro para voltar pra Java. Ela disse também que já havia assistido em uma outra viagem e uma vez era mais que o suficiente.

Vários grupos fazem esse tipo de apresentação diariamente, então decidi seguir a indicação do dono da minha homestay (que também tem uma agência de tours, aluga motos, tem um estúdio de piercing e tatuagem e faz massagem ahaha) e ir em uma que ficava no centrinho de Ubud, chamada Legong and Barong Dance. A apresentação acontece em um dos infinitos templos da cidade e é bem fácil de achar sozinho. Os ingressos podem ser comprados na porta do templo ou antes com aparentemente qualquer balinês na rua, porque todo mundo vende esse tipo de ingresso em qualquer canto da cidade.

O espetáculo começava às 19h e eu cheguei cedinho pra pegar um bom lugar. Sentei na primeira fila com um guia super simpático que estava guardando lugar para dois japoneses. Com toda minha simpatia perguntei se o programa era legal e ele disse “esse grupo não é dos melhores, seria bom se você tivesse ido no Kecak Fire que é muito mais bem feito“. Nada como um pouco de sinceridade balinesa pré show para você já ficar ansioso e cheio de expectativas pro espetáculo -sqn.

Florzinhas nas orelhas e oferendinhas espalhadas por todo o palco.

A apresentação na verdade é um mix de dança, música e teatro, tudojuntoemisturado mesmo, de um jeito que não dá pra entender muito bem o que tá acontecendo. No começo eles dão um panfleto que conta um resumo da peça. DICA: Leia e releia porque aquilo é tudo que você vai entender da história. Nem lendo eu entendi direito (porque eu juro que é num inglês confuso hahaha). Só sei que havia algo que era do bem e algo que era do mal e eles lutavam. :) ps: ninguém lutou na peça.

Foco nos dedinhos tortinhos e nos olhares.

Na parte instrumental ficam só homens. A maior parte da dança é feita por mulheres, e a expressão corporal é o que conta. Mexer os dedinhos, esbugalhar os olhos, andar de ladinho. É bem diferente de qualquer dança ocidental que eu já tenha visto. Dava uma certa afliçãozinha e parecia que elas iam quebrar um dedinho ou o pescoço a qualquer momento.

Bom, voltando à parte teatral, depois das mulheres fazerem essa dança inicial e saírem, entram umas figuras X no palco. Monte de folhas, cão com cara de dragão e a Jynx balinesa, que me fez ter pesadelos de noite. Há muitas poucas falas na peça, mas quando eles falam é em balinês, o que faz todo o sentido do mundo, considerando que a platéia era 100% estrangeira.

No meu entendimento da peça, as folhas eram do mal, e o cão era do bem porque tem carinha de simpático :)
A Jynx da Indonésia. Do mal, claro.

Nessa parte eu já tinha desistido de entender a peça. Olhei pros meus companheiros japoneses com cara de dúvida e eles estavam se divertindo como nunca. Levei em conta que os japoneses tem um certo gosto ~duvidoso~ pro humor. Tentei ler o panfleto de novo, mas nada. Daí eu já comecei a me irritar ahaha a apresentação tem em média duas horas. E a música é praticamente a mesma durante o espetáculo inteiro. Nos primeiros 5 minutos você até balança a cabeça no ritmo. Nas outras 2 horas você só fica torcendo pra Jynx maldosa ir lá e destruir todos os instrumentos.

A maquiagem expressiva, que dá um taps na cara de Segredos de Vitória.

E assim, você já tá perdido na peça, irritado com a música e DUNADA cabô, #partiu. Um menino chega no palco, fala um texto enorme em balinês, possivelmente com a lição de moral da peça, e é isso. Todo mundo levou um tempinho pra entender que tinha acabado ahaha.

Bom, irritações à parte, vale a pena conferir a dança balinesa. É um programa super cultural e tradicional da ilha. As maquiagens e as roupas são incríveis e as expressões corporais e faciais chamam bastante atenção. Entender a história da peça antes de ir é a dica de ouro ahahah.

__________________________________________________________

Apresentação: 
Rp75.000 (U$7,50)

Cronograma de danças em Bali: 
http://www.balivacationtour.com/bali-article/8/ubud-performance-schedule

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s