Bom, pra vir pra tão tão distante Indonésia saindo do nosso Brasil varonil, morada das abelhas, são umas mil horas de vôo. Quando eu fui escolher a companhia aérea, eu tinha três opções principais: Qatar, Emirates e Ethiad, todas com preço relativamente parecido, mas com paradinhas diferentes.

Depois de semaaaaanas analisando o preço subir e descer através do alerta de preços mágico do SkyScanner, de conversar 200 vezes com mãe e irmã pra ver a melhor opção, mudar de ideia umas 30 vezes, reservar tickets com as três companhias e cancelar todos eles, eu decidi viajar pela Emirates. Primeiro porque é a Emirates neeeeam, considerada a melhor cia aérea do mundo :D E depois porque a paradinha marota seria em Dubai (mais legal que Doha ou Abu Dhabi). Segundo a Emirates, se a espera para a sua troca de aviões em Dubai for maior do que 6 horas, eles pagam pra você o hotel e a alimentação desse dia, POIS É tudo de grátixxx! Fiquei caçando por hoooooras um vôo em que a escala em Dubai fosse maior que 6 horas HAHAHA mas claro que a porqueria da companhia tem vôos diários de São Paulo pra Jakarta com uma parada ridícula de 5h20 :) Nunca sonhei em conhecer Dubai, MASJÁQUE tá no meio do caminho, decidi na volta ficar 3 dias hospedada na cidade :D Pra isso eu tive que pagar um pouco mais no ticket maaaãs segundo minha sábia irmã, “com esse dinheiro você não consegue nem ir pro nordeste direito aqui no Brasil eeeeeeee qual a chance de você ir de novo pra Dubai né?” demonstrando todo a sua amabilidade e confiança de que eu terei algum dia a oportunidade de realizar uma viagem dessas de novo <3

Passagens compradas, malas arrumadas de última hora, vôo 1h da manhã de uma terça-feira. Chegamos em Guarulhos umas boas 3 horas antes como mandam os manuais-dos­-desesperados-que-já-fizeram-check-in-antes, mas querem chegar no aeroporto com mil horas de antecedência pra dar check-in no foursquare, despachar as malas em 20 minutos e ficar as outras 2h40 sentados sem fazer nada.. Quando eu cheguei no balcão da Emirates o fofo do atendente pegou meu passaporte, viu o boarding pass, olhou a carteirinha de vacinação com a vacina da febre amarela, obrigatória pra Indonésia, e me mandou um “hm, cadê o certificado de vacinação internacional senhora?” Falei pra ele que tava na mão dele (duh) e ele me disse que tinha que ser o certificado internacional emitido pela Anvisa e não o do postinho de saúde da frente do Pastorinho da Vila Mariana. Segundo ele, o aeroporto até tem um posto da Anvisa que emite esse certificado, mas que fica aberto só das 8h às 17h se não me engano.. Já entrei naquele leve desespero achando que não ia mais viajar e depois dele andar horas com meu passaporte e carteirinha na mão e perguntar pra TODOS os outros atendentes que estavam lá o que eles achavam da situação, ele me fez assinar um documento me responsabilizando pela minha possível quarentena na Indonésia. Sensação gostosa, só pra dar aquela emoção na viagem, sair do Brasil já com a possibilidade de entrar em quarentena em um país diferente :) Sem nem saber o que é na real estar em quarentena ahahaha Já estragando o final da história, não, eu não fui barrada e ninguém sequer olhou a minha carteirinha quando eu cheguei aqui na Indonésia.. MÃS se você tiver pretendendo vir pra cá, #ficaadica já vai tomar a vacina no postinho que tem o certificadsss internacional.

Depois disso começou a minha jornada de 14h30 no avião, 5h20 de espera em Dubai, mais 8h25 no outro avião, 4h10 de espera em Jakarta e mais 1h05 até chegar em Semarang, cidade onde vou ficar as 8 semanas do intercâmbio. Depois de todo esse tempo entre avião e aeroporto minha escoliose mandou um beijo, minhas costas travaram, perdi a noção das horas/tempo/dia/quemsoueu? e comecei a feder AHAHAHAH A minha sorte foi ter pego um assento bom no primeiro vôo, sozinha com dois bancos vagos do meu lado (Amém Seat Guru, site maroto que te dá dicas dos melhores assentos conforme a aeronave). Deitei e só levantava pra que? Comer é claro :)

Adivinha qual eu colei no meu banco? :)

Viajar pela Emirates é realmente incrível. Eles servem comida TODA hora (tinha hora que chegava até a ser irritante e OLHA SÓ, eu falando isso ahaha), tem refrigerante, cerveja, whisky e mais, de graaaaça, tem um milhão de jogos, filmes novos e músicas pra ouvir, e até console de videogame eles tem pra você se divertir champs :)

Brejinha, console de videogame e dedão na foto :)

Eles também deixam no seu lhyndo e rhyco assento travesseiro, cobertor, uma necessaire com escova de dentes, pasta e uma meia (?), fones de ouvido e o menu requintado do dia, que é farto, mas não é aqueeeeela delícia, até porque é comida de avião néeeam? Tirando também que é AQUELE sotaque inglês-árabico quase indecifrável.. Logo na primeira hora de vôo eu já tava capotada de sono e a aeromoça veio toda gentil me dar aquela cutucada pra eu acordar pro jantar, às 3h30 da manhã (Y) Acordei daquele jeito bem-humorado que sempre acordo -sqn, sem nem lembrar aonde eu estava e a mulher JURO que começou a falar comigo em árabe, porque não é possível. Pedi pra ela repetir umas 3 vezes, respondi sim na quarta e ela ficou me olhando com cara de “sim oque?” ahahaha Ela continuou repetindo a mesma coisa mais umas 3 vezes, e eu falei que eu só falava inglês, ao que ela me responde que ela também está falando em inglês :) FÁCIL viu gente? Cansei de tentar entender o que era e pedi a segunda opção ahahaha Veio ovo de janta pra mim ahahahahah

Mas a parte mais ~máaaagica de voar com a Emirates é quando eles apagam as luzes e o teto do avião fica cheio de luzinhas que se parecem estrelas :D Uma puuuts idéia simples e com efeito legal pra caramba :)

~Estrelas~ no teto do avião :)

Depois de descer em Jakarta, eu tive que fazer a transferência no aeroporto do terminal internacional para o doméstico e pegar o avião de uma companhia aérea pequena chamada Lion’s Air, onde o seguro pro vôo me custou U$ 1 ahahaha OU SEJE, dá pra confiar que se acontecer alguma coisa tá de boas :) ME PERDI pra caramba com a mala gigante no aeroporto porque os lhyndos indonesianos me mandavam pra diferentes direções toda hora ahaha até que um mocinho simpático me disse para pegar o ônibus de graça entre os terminais e finalmente eu cheguei em algum lugar. Esperei mais x horas no aeroporto pra finalmente chegar aqui em Semarang :) BAHIA mandou um abraço porque o calor aqui, vou te contar.. O pessoal da AIESEC e o diretor da escola que eu to trabalhando estavam no aeroporto me esperando, fofos e joviais, saímos pra jantar e depois vim conhecer a escola.

Agora cá estou, lhynda e posta em sossego na cidade, ainda me adaptando à tudo :)

Anúncios

2 comentários em “Viajando pela Emirates até a tão tão distante Indonésia

  1. OI, vi que vc viajou pelas Emirates e depois pela Lion. Mas as passagens foram compradas “separadas”? Tanto na agência como no skyscanner, se procurar vc por vôos SP – Semarang ou qualquer outra cidade que não seja Jakarta, o preço é absurdamente mais alto do que se comprar SP-Jakarta e depois separadamente Jakarta-Semarang. Isso pq eles operam somente com a Garuda Indonesia como voo doméstico, e eles querem R$1.000 pra voar duas horas.
    Eu vou pra Padang ( ilha de Sumatra) e comprei de SP-Jakarta com a agência. E agora vou comprar pela internet Jakarta-Padang. Isso pq o sistema da agência não consegue fazer essa lance de comprar com a low cost…sei çá pq.
    Vc comprou separadas as passagens? Pelo skyscanner mesmo?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s